Encravado na Serra de Sicó e rodeado de magníficas paisagens está a nascer em Poios (Redinha) o Explore Sicó, um empreendimento turístico que pretende valorizar o património natural e paisagístico da região, apresentando-se como o ponto de partida para interpretação e exploração deste território. O projecto (inicialmente designado de CIMU Sicó - Centro de Interpretação e Museu da Serra de Sicó) tem andado num “pára-arranca”, mas finalmente parece ter fim à vista. As obras, paradas há alguns meses, deverão ser retomadas este mês e espera-se que o investimento esteja concluído no início de 2019.

O presidente da Câmara Municipal de Pombal, Diogo Mateus, garante que a contaminação das águas na Nascente do Rio Ourão e da Nascente do Rio Anços “tende a regularizar-se sem grandes consequências”. A revelação foi feita na última reunião de Câmara, realizada esta quarta-feira (3), depois do Grupo Protecção Sicó (GPS) ter denunciado, no final de Dezembro, a “poluição não identificada mas visível a olho nu” na nascente do Rio Ourão, na freguesia da Redinha, que abastece os concelhos de Pombal e Soure.

A Câmara Municipal de Pombal aprovou, no passado dia 20 de Dezembro, um orçamento para 2018 que ascende a 38 milhões de euros, o que representa um aumento de cerca de 750.000 euros em relação ao de 2017. O documento, aprovado pela maioria do PSD, prevê um reforço no próximo mês de Fevereiro com a inclusão do saldo de gerência e a aprovação de algumas candidaturas no âmbito do Portugal 2020. Os vereadores do Movimento Narciso Mota Pombal Humano (NMPH) e do PS votaram contra por não concordarem com as grandes opções e prioridades deste orçamento.

O pombalense Adérito Araújo, docente e investigador do departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), é o primeiro português a liderar o European Consortium for Mathematics in Industry (ECMI), um consórcio de empresas e instituições académicas que visa promover e apoiar o uso da modelação, simulação e optimização matemáticas no tecido empresarial europeu.

A magia do Natal chega às ruas de Pombal esta sexta-feira (1). Até 7 de Janeiro, as árvores, os presépios e as iluminações natalícias dão outro encanto à cidade. Mas há mais. Ao longo de mais de um mês, não vão faltar actividades num vasto e diversificado programa que certamente fará a delícia de pequenos e graúdos. No total, são 67 actividades distribuídas por 38 dias. A Biblioteca Municipal, os jardins das Tílias e do Cardal, o Arquivo Municipal, a zona histórica e a Avenida Heróis do Ultramar compõem a rota desta viagem pelo mundo mágico do Natal.

A antiga unidade industrial de secagem de arroz EPAC, no Louriçal, vai ser transformada num moderno centro cultural, cujo projecto foi apresentado numa sessão pública realizada recentemente, por iniciativa da Câmara de Pombal, proprietária do edifício, e Junta de Freguesia local.

O Município de Pombal comemorou o feriado municipal, no passado sábado (11), distinguindo personalidades e instituições que se destacaram “pelos seus actos, pelos seus serviços ou pelo importante papel que desempenham no fortalecimento e no desenvolvimento da nossa comunidade”. No total foram 13 homenageados com medalhas de Honra, de Prestígio e Carreira, de Mérito Associativo, de Mérito Empresarial, de Mérito Municipal, de Valor e Altruísmo, bem como de 25 Anos de Serviço Público. O destaque foi para a Filarmónica Artística Pombalense, que comemorou este ano o 150.º aniversário.